Pesquisar aqui

Carregando...

domingo, 18 de agosto de 2013

UMA CARTA DO DIABO

Escrito por David Wilkerson em 07 de 1989

Olá a todos!
Ao ouvir a letra da canção do cantor Kléber Lucas "Sai do meu caminho", me senti um tanto curioso a respeito da história que vocês verão logo abaixo. Depois de pesquisar e ler o fato na Bíblia, decidi que esta mensagem não poderia deixar de ser compartilhada.

Se você estiver sendo afrontado pelas circunstâncias, pelo inimigo, pela adversidade. Se o inimigo te afrontou mandando uma carte de terror, de desilusão e desespero, agora é uma boa oportunidade de ler o texto.
Boa leitura!


'Tendo Ezequias recebido a carta da mão dos mensageiros, leu-a: então subiu à Casa do Senhor...dizendo: Ó Senhor Deus de Israel que estás entronizado acima dos querubins, tu somente és o Deus de todos os reinos da terra: tu fizeste os céus e a terra. Inclina, ó Senhor o teu ouvido, e ouve: abre, Senhor, os teus olhos, e vê; ouve todas as palavras de Senaqueribe, as quais ele enviou para afrontar o Deus vivo" (2 Reis 19: 14-16).

O Velho Testamento conta como Ezequias, rei de Judá, recebeu uma carta do diabo. Na verdade, foi assinada por Senaqueribe - mas foi enviada diretamente do inferno! Senaqueribe em assírio significa "homem do pecado" (e também: "o deus-lua que faz aumentar o número de irmãos"), e representa Satanás, o deus deste mundo, determinado a criar uma vasta irmandade de pessoas que odeiem a Deus.

Esta história é verdadeira, foi registrada para o nosso aprendizado -- e ensina um truque muito antigo do diabo: "Tudo isto lhes aconteceu como exemplos, e estas coisas estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos" (I Corínt 10:11).

Primeiro, vamos dar uma olhada no cenário histórico da cena. Jerusalém estava sitiada pelo poderoso exército assírio na hora que esta carta satânica chegou. Senaqueribe e seu exército já havia levado as 10 tribos ao cativeiro, pois Israel estava sob julgamento divino por causa da imoralidade, da idolatria e da apostasia.

 A Bíblia diz que o povo tinha "se vendido para fazer o mal", e este foi o resultado: "Pois quando ele rasgou a Israel da casa de Davi...Assim andaram os filhos de Israel em todos os pecados que Jeroboão tinha cometido...até que o Senhor afastou a Israel da sua presença...assim foi Israel transportado da sua terra para a Assíria" (2 Reis 17:17, 21-23).


Israel representa aqui a igreja meretriz de hoje, apóstata e saturada de pecado; transbordava de permissividade, luxúria, adultério, homossexualismo - uma insana busca de prazeres. E exatamente como é hoje, os israelitas possuíam um tipo de religiosidade desprovida de poder: "O rei da Assíria trouxe gente de Babilônia...e a fez habitar nas cidades da Samaria...não temeram ao Senhor" (2 Reis 17: 24,25). Um tipo de evangelho ecumênico foi introduzido entre eles - e foi com eles para o cativeiro! "Assim estas nações temiam ao Senhor e serviam as suas próprias imagens de escultura..." (2 Reis 17:41).

Atualmente o diabo não precisa mais seduzir, bater grandes papos ou escrever cartas ameaçadoras para esta gente. Veja, ele já controla este segmento da Igreja e colocou seus próprios "anjos de luz" nos púlpitos; lhes confiou uma religião morna que une certo tradicionalismo com muita malícia.


Não, o diabo concentra hoje os ataques sobre as preciosas pessoas que determinaram em seus corações amarem e agradarem totalmente ao Senhor Jesus! Nesta história, a nação de Judá representa a igreja de Cristo remanescente na terra. Ela é o alvo de Satanás porque se aliou ao Senhor, e portanto representa uma terrível ameaça ao reino das trevas.
Ezequias, rei de Judá, era um homem piedoso: "Fez ele o que era reto perante o Senhor...Removeu os altos, quebrou as colunas e deitou abaixo o poste-ídolo...Confiou no Senhor Deus de Israel, de maneira que depois dele não houve semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele" (2 Reis 18: 3-5).

É por isso que o "homem do pecado" queria destruir Ezequias -- e é pelo mesmo motivo que Satanás vai lhe atacar: "Ele se chegou ao Senhor, e não deixou de segui-lo; guardou os mandamentos (obedeceu)...E o Senhor foi com ele; para onde quer que saísse prosperava" (2 Reis 18:6-7).


"Chega de Pagar Tributo ao Inimigo!"


Até à esta época, Judá servia à Assíria, o que era uma forma de escravidão. Assim, o "homem do pecado" ainda detinha um lugar em Sião. O rei da Assíria cobrava um imposto de 300 talentos de ouro. "Deu-lhe Ezequias toda a prata que se achou na casa do Senhor e nos tesouros da casa do rei. Foi quando Ezequias arrancou das portas do templo do Senhor, e das ombreiras o ouro que ele, rei de Judá, as cobrira" (2 Reis 18: 15-16).


Este é retrato da transgressão que se encontra na Igreja de Deus atualmente -- uma igreja caminhando com medo, intimidada, favorecendo o mundanismo no seu meio, receosa de se levantar com ousadia e dar o nome de pecado ao que está acontecendo! Assim como Ezequias curvou-se aos desejos de Senaqueribe - o "homem do pecado", a igreja de agora paga tributos ao diabo com música pagã, diversões assim chamadas "cristãs", e padrões duplos de moralidade.
Contudo, Ezequias finalmente se agitou no espírito e disse: "Chega de pagar tributos ao inimigo!" Isso foi um tipo de despertamento dado pelo Espírito Santo, um chamamento das pessoas pertencentes a um remanescente santo, que não queria mais fazer concessões ou ter medo. Anteriormente os filhos de Israel tentaram se apoiar nos braços da carne, ao buscar auxílio no Egito. Mas o Egito não deveria em absoluto ser a ajuda deles! Eles agora eram um povo - e uma liderança - que se entregava totalmente ao Senhor.


Amado, por favor veja o quadro: enquanto o povo pagasse tributo ao diabo, continuaria sem ser molestado; não teriam oposição, guerras. Mas veja o que aconteceu quando Ezequias se levantou em fé em direção a Deus, quando resolveu que não haveria mais calmaria com o diabo, que não haveria mais discipulado pela metade, que não fariam mais concessões e nem teriam mais laços com o mundo - não importando o preço a pagar! Na hora que você deixar o mundo, e colocar sua vida inteiramente nas mãos do Senhor, cuidado! O inferno inteiro cairá sobre você. Você se tornará um alvo para o diabo, e ficará cercado pelo "homem do pecado". Você será testado de modo cruel para ver se realmente confia em Deus em todas as coisas. Para todo lado que olhar, terá o inimigo apontando contra você.




Os Planos Astutos de Satanás São Armados Contra Os Que Confiam no Senhor


Os assírios representam os "caminhos para a prosperidade" de hoje. O diabo vai desfilar o seu exército em torno de você: pessoas poderosas, bonitas e aparentemente bem sucedidas em tudo que empreendem - e você sentir-se-á cercado, prisioneiro: "Contudo o rei da Assíria enviou...Rabsaqué, com um grande exército, ao rei Ezequias, à Jerusalém" (2 Reis 18:17).
Vamos ver os ardis de Satanás contra o remanescente, contra os que resolveram confiar tudo ao Senhor.

O primeiro ardil do "homem do pecado" é questionar sua determinação de confiar inteiramente em Deus. Rabsaqué era embaixador do rei, e seu nome significa "mensageiro ou embaixador ébrio". Ele escarnecia: "Que confiança é essa em que te estribas? Em quem, pois, agora confias, para que te rebeles contra mim?" (2 Reis 18:19-20). Ou seja: "Deus não vai tirá-los desta situação. Vocês serão derrotados; estão com um tremendo problema e a fé não vai funcionar!"

Você está em dificuldades, com um problema terrível? Será que o diabo está lhe dizendo que Deus não vai lhe salvar, que você não tem fé, e que você não serve para nada? Talvez neste instante você esteja desempregado, e as contas se acumulando. E você está com muito medo porque parece que não há mais esperança.
Você ouve o diabo zombando: "Apesar do seu amor por Jesus, de renunciar ao mundo e de confiar em Deus, o pior vai acontecer! Vai acabar falido, caçado pelos credores, querendo se suicidar."

É a mesma conversa do diabo desde o Velho Testamento: "Como, pois, se não podes afugentar um só capitão dos menores dos servos do meu senhor?" (Isaías 36:9). Em outras palavras: "O que você vai querer fazer para acabar com os problemas? Você não sabe nem o que vai acontecer daqui a um mês, imagine pelo resto da vida. Como vai querer sobreviver se há um exército de problemas se formando, e que virão depois dos problemas de agora? Você realmente acha que Deus vai fazer um milagre, e lhe salvar dessa? Pode desistir. Para falar a verdade, vamos fazer um acordo assim..."
E agora Satanás inventa mais um nó, e diz que Deus é o responsável pelos problemas, e não o diabo. Ele tenta dizer que Deus quer ser vingar de você e que está irado. O mensageiro do inimigo bradava: "Pois o Senhor mesmo me disse: Sobe contra a terra, e destrói-a" (2 Reis 18:25). Essa é a sua mentira mais astuciosa: fazê-lo crer que Deus o abandonou e o deixou à mercê das dificuldades e do sofrimento. Ele quer que você pense que os problemas são punição de Deus devido aos seus antigos pecados. Não acredite nisso - não nesse caso! Só Satanás é que deseja lhe destruir.

Nosso Senhor é libertador, é castelo forte. Isaías diz que Ele virá "pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria em vez de pranto, veste de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória" (Isaías 61:3).



Não, você não será derrotado! Você está simplesmente recebendo um ataque, e sendo assolado pelas mentiras do inimigo, porque você resolveu no coração confiar inteiramente no Senhor. Satanás está tentando destruir a sua fé em Deus.
Outra estratégia que Satanás vai usar para aumentar o ataque, é a de tentar fazer você concentrar sua atenção nas vitórias que ele teve sobre outros cristãos. "Acaso os deuses...puderam livrar? ...Onde estão os deuses...Acaso livraram eles...?" (2 Reis 18: 33,34). Satanás vai se ufanar: "Sou mais poderoso do que seu Deus. Derrubei os maiores evangelistas, e os seduzi com pecados grosseiros. Eu os reduzi à mentirosos obcecados por dinheiro. Então, como você acha que vai fugir do meu poder?" É a mesma voz que veio da Assíria: "Quais são, dentre todos os deuses destes países, os que livraram a sua terra das minhas mãos, para que o Senhor possa livrar a Jerusalém das minhas mãos?" (2 Reis 18:35).


O inimigo vai trazer à sua mente todos os cristãos que proclamavam confiar em Deus, mas que enfrentaram problemas, doenças e até a morte. Ele vai lhe apontar um amado santo consagrado, talvez uma viúva anciã, sempre sofrendo e com tão pouco para sobreviver e que sente-se aniquilada com isso. Ele vai dizer: "Essas pessoas confiaram em Deus, e veja o que Ele fez com elas! Aqueles evangelistas que deveriam estar tão pertos do Senhor e que caíram, veja como acabaram! Se nem os pastores conseguem, como você vai conseguir? Por que você acha que Deus vai lhe responder, quando tantos cristãos espirituais estão caindo?"

Conheço um pregador pentecostal que foi derrubado por essa mentira do inimigo. Aconteceu num dia em que estava sentado dentro da minúscula casa que pertencia ao pai, que era pastor. Seu pai tinha 75 anos, estava doente, não tinha recursos e mal conseguia sobreviver financeiramente. O diabo cochichou ao filho, ministro: "Você está vendo como Deus recompensa Seus fiéis pastores? Você vai acabar pobre igual a ele. Ele era e é uma pessoa piedosa -- mas mesmo assim está chegando ao fim da vida profundamente pobre."

Naquele momento o pregador filho disse a si mesmo que nunca seria pobre. Um espírito demoníaco se apossou dele, e a partir daí se tornou vendedor de carros, fazendo tudo que podia por um dólar. Envolveu-se em negócios obscuros, admitindo estar sendo levado por espíritos malignos. Eles o atormentavam desde a hora em que acordava, dizendo: "Você não precisa ser pobre!"
Este homem ainda faz parte do ministério, mas está totalmente infeliz. Ele perde dinheiro à torto e à direito porque os negócios sempre acabam mal. Seu pai provavelmente morrerá pobre, porém, feliz no Senhor, enquanto ele ao que parece deixará o mundo cheio de amargura e de incredulidade.


Satanás Vai Tentar Fazer Um Acordo !


Um dos truques de Satanás é pintar um fantástico quadro de como poderá ser a sua vida, caso faça um acordo com ele: "Não deis ouvidos a Ezequias; porque assim diz o rei da Assíria: Fazei as pazes comigo, e vinde para mim; e comei, cada uma da sua própria vide e da sua própria figueira, e bebei, cada um da água da sua própria cisterna. Até que eu venha, e vos leve para uma terra como a vossa, terra de cereal e de vinho, terra de pão e de vinhas, terra de oliveiras e de mel, para que vivais e não morrais. Não deis ouvidos a Ezequias porque vos engana, dizendo: O Senhor vos livrará" (2 Reis 18: 31, 32).

"Fazeis as pazes comigo...vinde para mim", diz a voz do diabo. Em outras palavras, "Você não precisa ser um joão-ninguém, não precisa sofrer injustiça. Você só tem de sair desse caminha estreito e apertado, e eu lhe resolvo as coisas! Você vai prosperar! Vou lhe dar todo o dinheiro que precisar: milho, óleo, vinho. Vão acabar as contas. Chega de "'apertar o cinto'". Vou abrir o banco para você."

Amado, não se engane: toda concessão que fizer em seu caminhar com Jesus é uma "ida" ao diabo. Você fecha um negócio, chega à um acordo - e neste processo, está vendendo a alma. O diabo é um negociante trapaceiro! Ele fala "façamos um acordo bem pequeno, e você resolve todos os problemas. Você merece um recreio; já sofreu muito, e agora chegou a sua vez!"
"Até que eu venha, e vos leve para uma terra como a vossa" (verso 32). Ele está dizendo em outras palavras: "Você vai poder continuar com Deus! Algumas coisas mudarão, mas você continuará sendo você. Não haverá sofrimento; você vai ficar com tudo -- com Jesus e com um acordo."

Porém se entrar nesta mentira, a partir daí você será escravo do diabo. Não existe aquela terra de vinho, óleo ou o paraíso que ele promete. No instante que você "vier à ele", ele trancará os cadeados em torno do seu pescoço e de suas mãos, e o levará para a Babilônia. Você nunca vai conseguir o que imaginou que pudesse. Pelo contrário, conseguirá o acoite, correntes, promessas não cumpridas e desespero! Como pai, você terá um patrão maligno, um carcereiro de escravos. A água de satisfação que ele prometeu, é venenosa. Quando se faz concessões, a verdade é que acabamos internados num hospital para tratar envenenados, intoxicados; acabamos tendo o mesmo destino de Elvis Presley ou John Lennon, que passou os últimos cinco anos de vida drogado. Você vai viver sob completa escravidão, como escravo do diabo e de seus caprichos.


Uma Carta do Diabo


Finalmente, como último recurso, Satanás vai lhe enviar uma carta ameaçadora: "Tendo Ezequias recebido a carta da mão dos mensageiros, leu-a; então subiu à casa do Senhor, estendeu-a perante o Senhor" (2 Reis 19:14).

O mensageiro era enviado do diabo; a carta, uma afronta ao Deus vivo, destinada a amedrontar o Seu povo. Era a materialização do escárnio e da zombaria de Satanás: "Vou acabar com vocês, lhes humilhar e destruir tudo que possuem."

Você já recebeu uma carta do diabo? Os papéis do divórcio que recebeu, era Satanás lhe dizendo: "Leia, fracassado! Do que serve servir a Deus e negar a si mesmo? Isso não salvou seu casamento, e a culpa é sua. Isso poderia ter sido evitado. Seu falso! Desista de tudo!"
O aviso de demissão do trabalho também foi do diabo. "É isso que acontece quando se segue a Jesus, está vendo? Um pontapé. Ninguém lhe quer. Você está velho, ultrapassado; está acabado, e vai perder tudo que tem. Não vai ter dinheiro para o aluguel, nem para cuidar da família."
E a carta do departamento jurídico? "Pague imediatamente, ou será processado na forma da lei. Prazo encerrado". É uma carta para envergonhar, acusar e tentar lhe deixar com medo e alarmado.


E aquele raio X? Lá está o laudo, letra por letra: doença fatal, fase terminal. Ou, AIDS! Câncer! Estado desesperador. E Satanás diz: "E você crê que Jesus cura, não é? Muito bem, onde está Ele agora? E por que você precisa sofrer? Onde está o seu Deus? Você dá tudo para Ele, e veja o que acontece. Ele só lhe dá sofrimento o tempo todo."
Um negociante amigo meu recebeu recentemente uma carta do diabo. Era o relatório do contador mostrando que um empregado de confiança tinha embolsado centenas de milhares de dólares da companhia. Estas foram as palavras do diabo para ele: "Leia os meus lábios. Não vale a pena ser correto. É isso que você ganha tendo dado tanto para o Senhor? Você ora, dá, anda pelo caminho estreito e apertado - e acaba sofrendo um desfalque. Muito bem! Belo negócio! Por que não desiste de tudo isto?"


Então - o que fazer quando você tem de enfrentar uma mensagem do diabo?
Primeiro, estenda a carta do inimigo perante o Senhor, como Ezequias: "Ezequias... estendeu-a perante o Senhor...E orou Ezequias" (2 Reis 19:14-15).
Ore e busque ao Senhor. Jamais converse ou discuta com o diabo. Simplesmente fique calado, como as pessoas desta passagem: "Mas o povo ficou calado, e não lhe respondeu uma só palavra, porque o rei havia ordenado: Não lhe respondereis" (2 Reis 18:36).
Veja você: Deus leu a carta e riu: "...e esta é a palavra que o Senhor falou a respeito dele: A virgem, filha de Sião, te despreza, e zomba de ti; a filha de Jerusalém meneia a cabeça por detrás de ti" (2 Reis 19:21). Deus considerou a carta como enviada a Ele: "A quem afrontaste e de quem blasfemaste? E contra quem alçaste a voz e arrogantemente ergueste os olhos? Contra o santo de Israel" (verso 22).

Quem lhe tocar está tocando a menina dos olhos de Deus. Deus diz que os Seus amados estão seguros, e que o diabo não pode causar-lhes dano: "Pelo que assim diz o Senhor...Não entrará nesta cidade, nem lançará nela flecha alguma, não virá perante ela com escudo, nem há de levantar trincheiras contra ela. Porque eu defenderei esta cidade, para a livrar, por amor de mim e por amor de meu servo Davi" (vs. 32 e 34).

Santos, não importa quantos demônios ataquem, não importa qual a ameaça do reino das trevas, a igreja está a salvo. Deixe que isto penetre fundo no âmago do seu coração: você está protegido. O Senhor está determinado a lhe defender e livrar!
Veja, só é preciso um anjo para destruir um exército inteiro de demônios: "Então naquela mesma noite saiu o anjo do Senhor, e feriu no arraial dos assírios a cento e oitenta e cinco mil; e quando se levantaram os restantes pela manhã, eis que todos estes eram cadáveres" (2 Reis 19:35). Também: "O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra" (Salmo 34:7).


O Senhor Envia A Sua Própria Carta ao Diabo !


O Senhor escreve a Sua própria carta ao diabo no Salmo 46. E é tão poderosa, que quando você a ler em voz alta, todos os demônios do inferno vão tremer e se encolher de medo!
Homem do Pecado:
"Deus é o nosso socorro bem presente nas tribulações" (v. 1). O nosso Deus está presente agora. Ele é o nosso socorro não só no passado, mas um socorro bem presente agora, hoje - no meio de qualquer e de todos os problemas!


"Portanto não temeremos" (v. 2). Não precisamos ter medo. Nosso Deus é fogo consumidor, defensor e escudo dos Seus filhos: "Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação" (2 Tim. 1:7). Ele é totalmente fiel à palavra.
"Deus está no meio do templo. Não podemos ser abalados" (v. 5). Nosso corpo é o templo do Espírito Santo, e Ele diz neste versículo que está no meio deste templo! O próprio Cristo faz Sua habitação, Sua morada, dentro de nossos corações, e não seremos -- na verdade, este versículo diz não podemos ser -- abalados!
"Bramam nações, reinos se abalam" (v. 6). Tudo bem - deixe que as nações se embraveçam! Que todos os reinos da terra se abalem. Nosso Deus destruirá completamente os agressores do demônio.
"Ele põe termo à guerra...quebra o arco e despedaça a lança; queima os carros no fogo" (v. 9). Ele é o nosso exército contra o inimigo, contra os que guerreiam contra nós. E Ele mesmo aniquilará todas as armas do diabo preparadas contra nós! "Toda arma forjada contra ti, não prosperará" (Isaías 54:17).
"Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus" (v. 10). Vou me aquietar, e descansar inteiramente no conhecimento de que Ele é Deus. E não só isso, Ele é o meu Deus, o meu Redentor, o meu Defensor -- o Senhor soberano sobre todas as minhas situações.
Estou seguro, cercado pela Sua presença no abrigo do Seu amor -- e estarei firme, e contemplarei a Sua majestade e glória

Você gostará de ler:

XD